Pular para o conteúdo principal

ORGANIZAÇÃO APINAJÉ

REUNIÃO NA TERRA INDÍGENA APINAJÉ, DEBATE TERRITÓRIO, SAÚDE E PBA - TIMBIRA
Plenária da Reunião da Associação Pempxá na aldeia Girassol. (foto; Antônio Veríssimo. Jan. 2016)


        Realizamos na aldeia Girassol nos dias 20, 21 e 22 de janeiro de 2016 reunião com participação dos caciques, conselheiros e demais lideranças. Tivemos ainda a participação de professores, alunos, mulheres, idosos e convidados não índios. Ao menos 60 pessoas participaram da reunião.
         Na ocasião debatemos o nosso Plano Permanente de Segurança e Proteção Territorial, tratamos sobre o atendimento à Saúde do Povo Apinajé no âmbito do Polo Base Indígena PBI - Tocantinópolis e discutimos a questão que envolve a execução do Programa Básico Ambiental PBA - Timbira nas comunidades Apinajé.
Lideranças debatem e elaboram documentos. (foto: Antônio
Veríssimo. Jan. 2016)
       As lideranças manifestaram preocupação com os desmatamentos e devastação ambiental que estão acontecendo nas Fazendas Góes e dona Maria, localizadas na Gleba Matão no entorno da T.I. nas proximidades das aldeias São José, Prata,  Cocal Grande, Bacabinha, Patizal e Palmeiras, no município de Tocantinópolis, Norte de Tocantins. 
        Em razões das irregularidades verificadas no processo de licenciamento, no inicio de 2015 esses empreendimentos foram questionados  pelo MPF-AGA e interditados pelos NATURATINS. No entanto no inicio deste ano as maquinas retomaram as atividades, continuando o desmatamento na Fazenda Góes. Consideramos de extrema gravidade esse questão e solicitamos providencias URGENTES por parte das autoridades competentes e responsáveis. 
         Na Reunião discutimos também sobre a execução do PBA - Timbira nas comunidades Apinajé e a atuação da Associação Wyty Cäte enquanto Agencia Implementadora desse Programa Básico Ambiental. Os caciques criticaram a não realização da XI Reunião do Conselho Gestor prevista para ser realizada na T.I. Krahô em dezembro último e cobram explicações da FUNAI/CGLIc e da própria Agencia Implementadora. Sobre esse assuntos elaboramos ainda documentos que estão sendo encaminhados à FUNAI/CGLIc e ao CESTE a partir de segunda-feira, 25/01/2016.
       Outra pauta importante tratada na Reunião que aconteceu na aldeia Girassol, foi a questão do atendimento à saúde Apinajé no âmbito do Polo Base Indígena - PBI de Tocantinópolis, que foi avaliada como extremamente precária e critica. Na oportunidade levantamos inúmeras falhas e problemas relacionadas a atual gestão daquela unidade administrativa de saúde indígena. Em razão desses desmandos resolvemos encaminhar documentos pedindo o afastamento da Sra. Cimei Gomes de Sousa da chefia do PI de Tocantinópolis - TO. 


Terra Indígena Apinajé, 23 de janeiro de 2016

Associação União das Aldeias Apinajé-Pempxà

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POVO APINAJÉ DE LUTO

Morre a líder e cacique Maria Ireti Almeida Apinajé
       Informamos com profundo pesar e tristeza a todos os parentes (lideranças) indígenas de outros povos do Estado do Tocantins e do Brasil, bem como aos aliados da causa indígena e parceiros ambientalistas e indigenistas, o falecimento de Maria Ireti Almeida Apinagé, ocorrido no último dia 02 de junho de 2017, sexta-feira. O triste fato aconteceu na aldeia Brejinho na Terra Apinajé, onde morava com familiares. As causas ainda não foram totalmente esclarecidas ou determinadas.      Apesar da idade, Maria Ireti Almeida Apinagé, era mulher forte, guerreira e militante incansável da causa indígena. Na condição de mulher indígena, mãe, avó, trabalhadora, conselheira e liderança do povo Apinajé, cumpriu sua missão participando de inúmeras mobilizações e manifestações locais, regionais e nacional em prol da vida dos povos indígenas. Assim Maria Ireti Almeida Apinagé com sua força cultural, sabedoria, simplicidade, conhecimento de causa, s…

MANIFESTO DO POVO APINAJÉ

NÃO AO GOLPE; NENHUM DIREITO A MENOS!
      Nós caciques e lideranças Apinajé, incluindo jovens estudantes, professores, conselheiros, mulheres e idosos reunidos nos dias 02, 03 e 04 de maio de 2017 na aldeia Prata, T.I. Apinajé no município de Tocantinópolis – TO no Norte de Tocantins, somando mais de 100 pessoas viemos a público manifestar contra qualquer reforma e retrocesso conduzidos pelo governo Michel Temer que estejam comprometendo nossas conquistas e ameaçando nossos direitos sociais, ambientais e territoriais garantidos na Constituição Federal do Brasil.          Consideramos que esse governo, junto com a maioria dos parlamentares do Senado e da Câmara e parte do Judiciário têm atuado de forma agressiva para retirar nossos direitos constitucionais. Nos últimos anos estamos sendo violentamente ignorados e agredidos por setores empresarias e políticos articulados dentro dos três poderes da Republica.         Com a finalidade de roubar nossos territórios, esses parlamentares tent…

AGROECOLOGIA

Articulação Tocantinense de Agroecologia-ATA e Povo Apinajé, define data e local do 3º Encontro Tocantinense de Agroecologia      Durante o 2º Encontro Tocantinense de Agroecologia realizado no Quilombo Malhadinha, surgiu a proposta de realizar o próximo encontro na Terra Indígena Apinajé, localizada no município de Tocantinópolis no Norte de Tocantins. Dessa forma, na última terça-feira, 21 de março de 2017 realizamos na aldeia Brejinho, Reunião da Articulação Tocantinense de Agroecologia - ATA, na qual discutimos as possibilidades e condições do 3º Encontro Tocantinense de Agroecologia ser realizado na T.I. Apinajé.        Após intensa conversa entre as lideranças da Associação União das Aldeias Apinajé - Pempxà, Associação Pyka Mex e representantes da APA-TO, COEQTO, MIQCB, MAB, CIMI e UFT Campus de Tocantinópolis-TO, decidimos que o 3º Encontro Tocantinense de Agro ecologia será mesmo realizado na aldeia Patizal, na T.I. Apinajé, no período de 23 a 26 de novembro de 2017        Selma…