Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 27, 2019

AGROECOLOGIA

Carta do 5º Encontro Tocantinense de Agroecologiapor APA-TO
Entre os dias 24 e 27 de outubro de 2019, em São Miguel do Tocantins (TO), região do Bico do Papagaio, foi realizado o V Encontro Tocantinense de Agroecologia. Apresentando o tema ‘’Territórios Agroecológicos: Tecendo resistências e esperança para o campo e a cidade na construção da democracia popular e do Bem Viver’’, o evento reuniu mais de 600 pessoas na Comunidade Sete Barracas, território que reúne histórias de lutas e resistências das quebradeiras de coco babaçu. O Encontro foi organizado por entidades e movimento que fazem parte da Articulação Tocantinense de Agroecologia. Confira, abaixo, a Carta do Encontro para a sociedade: Carta do 5º Encontro Tocantinense de AgroecologiaInspiradas e inspirados pela mística das histórias de lutas e resistências das quebradeiras de coco babaçu, nós, povos originários Apinajé, Krahô, Kanela do Tocantins, Tapuia, Xerente, Krahô Takaywrá, agricultores(as) familiares, camponeses(as), quilo…

SÍNODO

Sínodo: A urgência de uma ecologia integral e outras formas de relações com a Casa Comum Casa Comum e Bem Viver e os novos caminhos para uma ecologia integral. A responsabilidade com o planeta e o convite para a superação da lógica que se firma na “globalização da indiferença”. Papa caminha com os povos em procissão de abertura do Sínodo. Foto: Guilherme Cavalli POR GUILHERME CAVALLI, DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – CIMI | ENVIADO ESPECIAL A ROMA O Papa Francisco traz na encíclica Laudato Si (LS) a preocupação com a “Casa Comum”. Indígenas e comunidade tradicionais têm no centro de sua vida o “território” e “Bem Viver”. Com similar conotação, descrevem a responsabilidade com o planeta e convidam para a superação da lógica que se firma na “globalização da indiferença”, intensificada pelo livre mercado e resultante numa “falsa, vaga e ingénua inclusão social” (cf. EG 54). O Sínodo da Amazônia “tornar prático” o documento papal a partir da vida dos povos, afirma a antropóloga Moema Miranda, se…