TERRA APINAJÉ

CENTRO DE CULTURA E MONITORAMENTO TERRITORIAL

Assinatura de Termo de Contrato: Associação PEMPXÀ e empreiteira.
(foto Antônio Veríssimo. Junho de 2014)
      Com a finalidade de iniciar a construção do Centro de Cultura e Monitoramento Territorial, projetado para as margens do Ribeirão Botica, aldeia Irepxi, região central da Terra Indígena Apinajé, no último dia 18 de junho do corrente, o presidente da Associação União das Aldeias Apinajé-PEMPXÀ, Edmar Xavito Apinagé, assinou Termo de Contrato com empreiteira para construção da estrutura física aonde brevemente irá funcionar a sede da Associação PEMPXÀ.
     A implantação do Centro de Cultura e Monitoramento Territorial faz parte de nosso Plano Permanente de Segurança e Proteção da Terra Indígena Apinajé, elaborado em parceria com a Fundação Nacional do Índio, durante oficina que ocorrida no período de 11 a 14 de fevereiro de 2010 na aldeia Patizal, que contou com as participações dos Diretores e membros dos conselhos deliberativos, fiscal e consultivo da Associação PEMPXÀ, de indigenistas e servidores da FUNAI.
     No local funcionará ambiente executivo para a gestão política, administrativa, social, cultural e de controle territorial da Diretoria da Associação PEMPXÀ e as coordenações de Segurança Alimentar, Ambiental, Cultural, Territorial e Apoio Institucional, dispostas nas DIRETRIZES  DE EXECUÇÃO DO PROGRAMA BÁSICO AMBIENTAL-PBA TIMBIRA, PARA OS POVOS E TERRAS INDIGENAS: APINAJÉ, KRAHÔ, KRIKATI E GAVIÃO.
      O investimento Inicial será de R$ 110.000,00 (cento e dez mil reais), que serão aplicados na construção de casa de alvenaria com área coberta de 200.00 m², telhado de cerâmica, assoalho de cimento; disposta para 1 sala para escritório, 1 sala de estar, 1 auditório, 1 cozinha, 2 banheiros e 1 depósito, com instalação de luz, de preferência energia solar, para abrigar a sede da Associação PEMPXÀ. Conforme clausulas contratual o prazo estabelecido para conclusão e entrega da obra é de 90 dias.
      Em 2015, será construída outra casa de 320.00 m², no estilo tradicional (coberta de palha, assoalho de terra batida) para recepcionar Caciques, Consultores e Trabalhadores, o local será um Espaço de Convivência que também servirá para grandes reuniões, eventos e assembleias e nos arredores será erguida estrutura para sanitários e tanques de lavar roupa.
       Será edificado ainda um prédio de alvenaria com área coberta de 120.00 m², telhado de cerâmica, assoalho de cimento, onde será instalado o Setor de Formação, Pesquisa e Comunicação, com salas para Cursos, Biblioteca, Radiofonia, Internet e Audiovisual, além de banheiros.
      Considerando a aquisição de móveis e instalação de equipamentos de radiofonia, telefonia e internet, o custo final do projeto será de aproximadamente R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais). A previsão é que até final de 2016, a implantação do mencionado Centro de Cultura e Monitoramento Territorial seja integralmente concluída.


Terra Indígena Apinajé, 23 de junho de 2014.


Associação União das Aldeias Apinajé-PEMPXÀ

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POVO APINAJÉ DE LUTO

VII ASSEMBLEIA DA PEMPXÀ

POLÍTICA